51 3284-1800

SindisprevRS OF
ASCOM

ASCOM

Assessoria de Comunicação do SINDPREVRS

Servidores participam do Dia Nacional de Luta Unificado

ato1.jpg

Porto Alegre – O Dia Nacional de Luta Unificado, convocado por diversas organizações de trabalhadores, estudantes e partidos polílticos, realizado nesta segunda-feira (30/03), começou cedo na Capital. Enquanto trabalhadores realizavam protesto contra o desemprego em frente à sede da Gerdau, centenas de servidores federais da Saúde, DRT e INSS de diversas cidades do Estado, protestavam em frente à sede da GEAP, no ato convocado pelo SINDISPREV-RS, pelo cumprimento dos acordos, pelas 30 horas, por saúde digna e de qualidade, em defesa da GEAP e contra o aumento abusivo nas mensalidades. Neste caso, mesmo com a garantia de uma liminar judicial impedindo o desconto, os servidores portavam faixas e cartazes denunciando o abuso, demonstravam indignação com a situação e exigiam que uma comissão fosse recebida pela direção da GEAP.

Após serem recebidos pelo Superintendente da GEAP, Luis Ronaldo Huber, a comissão expôs as reivindicações e que não aceitam o aumento proposto pela GEAP e que estão abertos à negociação para manter o GEAP-Saúde. Logo após, os servidores saíram em passeata pelo Centro, onde se reuniram com outros trabalhadores. Na Rua Sete de Setembro, onde ficam as sedes de diversos bancos, houve uma grande manifestação contra a crise financeira mundial, Joel Soares, diretor do SINDISPREV-RS, explicou que a crise não foi provocada pelos trabalhadores, mas sim pelos banqueiros e grandes capitalistas e que, portanto, os trabalhadores não pagarão um centavo.

A passeata seguiu em direção ao Palácio Piratini, residência oficial da Governadora Yeda Crusius (PSDB). Nas esquinas da Avenida Borges de Medeiros com a Avenida Salgado Filho, houve o encontro de centenas de trabalhadores e estudantes que gritavam "Fora Yeda!". Acompanhados por um forte aparato militar, os manifestantes seguiram rumo ao Piratini. Na Praça da Matriz, onde estão reunidos as sedes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do RS, cerca de 3.000 manifestantes, segundo a Brigada Militar e 4.000 conforme a organização do protesto, realizaram ato público denunciando os desmandos da Governadora, pedindo a apuração rigorosa das denúncias de corrupção, espionagem e desmandos do Governo.

ato2.jpg

ato3.jpg

ato4.jpg

ato5.jpg

ato6.jpg

ato7.jpg

ato8.jpg

Fonte: Imprensa SINDISPREV-RS

follow:

CONTEÚDOS