51 3284-1800

SindisprevRS OF
ASCOM

ASCOM

Assessoria de Comunicação do SINDPREVRS

Sindisprev-RS cobra concurso público para equipes de vigilância nas agências do INSS

O atraso nos salários e a conseqüente  paralisação dos trabalhadores da empresa terceirizada Lynx Sul Vigilância e Segurança são resultados da precarização dos contratos de trabalho e da falta de concurso público para órgãos como INSS. Já está mais do que na hora do Instituto e Ministério da Previdência Social chamarem concurso público para regularizarem a segurança nas APS. Hoje, pelo contrato da Lynx Sul com o INSS, os vigilantes apenas têm atribuições que buscam preservar o patrimônio público.
 
“E onde fica a segurança de segurados, servidores e médicos peritos?”, questiona Giuseppe Finco, diretor do Sindisprev-RS. O dirigente se solidariza com a luta dos vigilantes da Lynx Sul, ressaltando que o próprio governo federal – que se diz contrário às privatizações – estimula a precarização nos contratos de trabalho, terceiriza serviços e coloca em risco a vida da população e servidores públicos.
 
Não bastasse, o INSS no Estado já se manifestou dizendo que o contrato com a empresa Lynx Sul está encerrado desde o dia 11. No entanto, ao invés de promover um processo seletivo através de concurso, novamente está se fazendo um contrato terceirizado para a vigilância nas Agências da Previdência Social (APS).

follow:

CONTEÚDOS