51 3284-1800

SindisprevRS OF
ASCOM

ASCOM

Assessoria de Comunicação do SINDPREVRS

Hospital Presidente Vargas adere à greve dos federais da Saúde

Os servidores federais que atuam no Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, em Porto Alegre, decidiram, nesta tarde, aderir à greve iniciada na segunda-feira. No HPV são cerca de 180 federais da Saúde, entre técnicos, enfermeiros e administrativos. Com a greve, o hospital terá redução de 20% em seu quadro de profissionais.

Já a partir desta tarde, atendimentos na UTI Neonatal especializada, laboratório, acompanhamento de gestantes, farmácia, arquivo, vacina entre outros ficam prejudicados. Na assembleia realizada nesta terça-feira (26), os servidores do HPV demonstraram apoio à greve realizada também em outras capitais e relataram a situação precária de trabalho.

Os servidores da Saúde municipalizados ou cedidos ao Estado reivindicam 22,08% de reajuste, equiparação salarial com a tabela do Seguro Social, bem como melhores condições de trabalho.

Em Brasília, o comando nacional de greve busca uma audiência com o Ministério do Planejamento para apresentar as reivindicações. Os servidores alegam que estão há 15 anos sem reajuste real nos salários. O piquete da categoria em Porto Alegre está no prédio Brasiliano de Moraes (Avenida Borges de Medeiros com Riachuelo), onde funciona o escritório regional do Ministério da Saúde.

 

 


Imagens

follow:

CONTEÚDOS